Comitê estadual anuncia conjunto de ações para enfrentamento da seca na Bahia

    urlDistribuição de tratores para associações e cooperativas, de cinco mil toneladas de sementes, um milhão de mudas frutíferas e a implantação de 15 mil unidades de tecnologias de água, como cisternas de produção e barragens subterrâneas. Essas ações destinadas à retomada da produção nos territórios de identidade Médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriça foram anunciadas nesta sexta-feira (25), na primeira reunião itinerante do Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca, em Jequié, no sudoeste baiano.

    O coordenador do comitê, secretário da Casa Civil, Rui Costa, apresentou o conjunto de ações que serão adotadas pelo Governo do Estado aos prefeitos dos municípios que integram os territórios. Ele informou ainda a distribuição de 40 mil matrizes e reprodutores de caprinos e ovinos, com 500 kits forrageiros, como uma ação prioritária para a recomposição do rebanho comprometido pela seca.

    “Junto com as matrizes, distribuiremos os kits e ainda implantaremos mais de 300 estruturas hídricas para dessedentação animal, garantindo melhores condições para a retomada da produção de carne e leite dos agricultores familiares. E também mantendo a Bahia como o estado com o maior rebanho de caprinos do país”, disse o secretário. As matrizes e os kits forrageiros somam cerca de R$ 24 milhões, recursos do governo estadual, aplicados por meio do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Funcep).

    Segundo Rui Costa, o governo está atuando junto ao governo federal para que os municípios do semiárido baiano tenham uma máquina retroescavadeira destinada à abertura e limpeza de aguadas. “A presidenta Dilma deve anunciar nos próximos dias a universalização de máquinas para os municípios brasileiros com até 50 mil habitantes”.

    Milho

    Os territórios médio Rio de Contas e Vale do Jiquiriça receberão 222 toneladas de milho para alimentação animal da cota extra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que o Governo do Estado assumiu o transporte de Goiás para a Bahia. O produto chegará de modo delivery aos agricultores a partir da próxima semana.

    Para o prefeito de Planaltino, Carlinhos de Merelo, a presença do comitê na região é muito importante para que a realidade da seca seja vista de perto. “A iniciativa é muito boa. Essa é uma oportunidade de sermos ouvidos e de apresentarmos as nossas demandas ao Estado”.

    A reunião itinerante contou com a participação ainda dos secretários Cézar Lisboa (Relações Institucionais), Mara Moraes (Desenvolvimento Social), Eduardo Salles (Agricultura), Cicero Monteiro (Desenvolvimento Urbano) e dos dirigentes de empresas estaduais, integrantes do comitê.