Como diferem as celebrações de Natal pelo mundo

Embora já tenha acabado a época natalícia é uma das mais antecipadas, e foi celebrada das mais diferentes formas de continente para continente, e não é preciso viajar para ficar a saber mais sobre as várias tradições de natal. O que inicialmente seria um feriado religioso cristão para celebrar o nascimento de Jesus de Nazaré, outras culturas adaptaram a celebração natalícia para usufruir uma das épocas mais festivas do ano. Alguns dos costumes mais tradicionais de natal envolvem a conhecida troca de presentes, canções de natal, ceias, erguer de decorações com temas natalícios e ceias e outras refeições inspiradas pela época festiva.

Muitos dos costumes de natal no Brasil são baseados nas tradições trazidas de Portugal, como a apresentação do presépio, a missa do galo e o uso de bacalhau para as ceias. No entanto, o Brasil também incluiu nos seus costumes festivos algumas receitas dos Estados Unidos e do Reino Unido, assim como o “amigo secreto” e o uso de Peru para o jantar de Natal. Mas outros países pelo mundo celebram o Natal de forma diferente, e aqui ficam exemplos de alguns costumes e tradições natalícias de outros países:

Ucrânia: Reza a lenda de uma viúva ucraniana que não tinha possibilidades econômicas para preparar uma árvore de natal enfeitada com decorações, como alternativa surpreendeu os seus filhos com uma árvore enfeitada com teias de aranhas que refletiam cores douradas e prateadas com o sol matinal.

Espanha: Entre muitas tradições particulares, o que mais se destaca é o fato de os espanhóis apenas trocam os seus presentes de natal a 6 de Janeiro. Para além disso, Espanha tem algumas das receitas mais antigas de sempre para as festividades natalícias, assim como o turrón, um prato que retoma até ao século dezesseis.

Japão: Para a maioria dos japoneses o natal é mais um feriado comercial, mas a comunidade cristã do país se diferenciam em diversas tradições de natal, desde receberem suas prendas ao lado de suas almofadas na noite de natal até festejarem suas ceias com um jantar à base de frango frito.

Noruega: No norte da Europa, os noruegueses têm como tradição de esconder suas vassouras para prevenir que bruxas as roubem para voarem à meia-noite da véspera de natal. Também é costume deixar uma tigela de papa para o gnomo que protege os jardins e quintas.

Républica Checa: Como tradição, mulheres solteiras têm um truque para prever as suas vidas amorosas. Colocando-se de costas para a porta, as mulheres atiram sapatos sobre seus ombros e se a ponta do sapato cair apontando para a porta, a mulher pode prever que encontrará um parceiro nos próximos 12 meses.

Islândia: Os mais novos costumam ser mais problemáticos no que toca a comer vegetais na ceia de natal, no entanto, a tradição da islândia oferece pele de baleia crua como delicacia da época. Outro prato comum é baseado no uso de um pequeno pássaro que é embrulhado em pele de foca e enterrado durante meses para decompor a carne. Uma vez decomposto, o prato torna-se uma delicacia da Islândia.

....

COMPARTILHAR