Corinthians mira EUA e latinos para fortalecer marca

56a15b5bb378dA disputa da Florida Cup é estratégica para o Corinthians na busca por ampliar mercados. O departamento de marketing alvinegro definiu a região sul dos Estados Unidos, onde o time faz pré-temporada pelo segundo ano, como um mercado a ser explorado, por seu maior interesse pelo futebol, mas sobretudo por concentrar grande número de brasileiros e latinos, vistos como potenciais consumidores de produtos do clube.

Porém, antes de internacionalizar a marca, o Timão tem uma outra prioridade no momento: fortalecer-se internamente, conquistar novos mercados dentro do próprio Brasil e também se defender da concorrência de clubes europeus.

– Tenho muito mais preocupação no aspecto nacional, onde posso angariar novos torcedores. Hoje você anda na rua e vê camisa de time europeu, vai no shopping e as vitrines só têm uniformes do Barcelona, Real Madrid, Manchester… Tem criança que torce para os times de fora em vez dos times do nosso país – disse Gustavo Herbetta, superintendente de marketing do Corinthians, ao LANCE!.

Para definir a estratégia, o Corinthians fez um estudo não só do mercado norte-americano, como da imigração brasileira nos Estados Unidos.

A fim de conquistar a latinos e brasileiros na América e, acima de tudo, ganhar dinheiro com isso, o Timão acredita que precisa estar presente 365 dias por ano no país. E não necessariamente entrando em campo, mas vendendo produtos e fazendo ações de marketing.

– Queremos ter esse elo, não só com o americano e o latino, mas também com o brasileiro que mora nos Estados Unidos e torce pelo Corinthians. Todo dia ele está se relacionando com outras pessoas e, vestindo a camisa, fazendo a propaganda boca a boca, ajuda a disseminar a marca.