Corintiano que foi preso na Bolívia troca tiros com a PM na Bahia após assalto

corintiano2No dia 24 de fevereiro deste ano, em um jogo na Bolívia entre o Corinthians e o San José, pela Libertadores, um rojão foi solto no meio da torcida, atingindo o garoto Keven Espada de 14 anos que morreu. Vários torcedores corintianos da Gaviões da Fiel foram presos e ficaram mais de 40 dias recolhidos naquele país.

Rafhael Machado Castilho de Araujo, um dos torcedores envolvidos no caso, saiu de São Paulo e estava morando em Santo Estevão na Bahia. Ele se juntou com Alex Nascimento da Silva, 21 anos, que mora no bairro Caixa D’água Marambaia no mesmo município, e armados, os dois estavam praticando assaltos em Santo Estevão.

O soldado da Polícia Militar, que estava no comando de 57ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) de Santo Estevão, soldado Oliveira, contou que a guarnição estava realizando uma blitz no centro de Santo Estevão, quando percebeu que dois homens em uma motocicleta tentaram evadir-se.

46098-3“Nós fomos atrás deles, demos a voz de prisão e verificamos que um deles fez um gesto para atirar contra a guarnição. Nós nos protegemos e começamos a perseguição. Eles abandonaram o veículo, avistamos eles a pé, e mais uma vez fomos recebidos a tiros. Alvejamos os dois e prestamos socorro”, afirmou.

Rafhael Machado foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, onde está internado. Alex Nascimento, também foi socorrido para o Clériston e depois seguiu para o Complexo Policial, para prestar depoimento. Em entrevista ao Acorda Cidade, ele contou como conheceu o torcedor corintiano.

“Conheci o Rafhael lá em Santo Estevão mesmo. Tem pouco tempo que ele chegou na cidade e essa foi a primeira vez que pratiquei um assalto. Quando a gente viu a polícia corremos. A polícia atirou e a gente revidou”, contou.

Ainda de acordo com o soldado Oliveira, Alex já responde por porte ilegal de armas na cidade de Santo Estevão. A moto que eles estavam, segundo a polícia, era roubada.

28711-3

……..

As informações e fotos são do repórter Aldo Matos do site Acorda Cidade