Covarde que tirou a vida de jovem durante carona se dá mal na cadeia

O criminosos que revoltou o país após confessar que roubou e matou a jovem Kelly Cristina Cadamuro, de 22 anos, durante uma carona combinada por WhatsApp, foi espancado por vários presos em uma cela no Presídio de Frutal (MG). De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), o fato ocorreu na noite desta sexta-feira (3).

Foto reprodução

Jonathan Pereira do Prado, de 33 anos, teve um corte no supercílio e precisou ser atendido por uma enfermeira da unidade prisional. Após agressões, ele foi transferido para cela isolada, pois se ficasse na companhia dos outros detentos iria acontecer o pior.

Foto reprodução

Ainda de acordo com a Seap, a direção-geral da unidade prisional instaurou um procedimento administrativo para apurar as circunstâncias e responsabilidades pela agressão. Após a identificação dos agressores, eles passarão pela Comissão Disciplinar e sofrerão sanções administrativas.

Foto reprodução

....

COMPARTILHAR