Criança com 50% do corpo queimado espera há um mês na fila do SUS por cirurgia

p27-04-14_09.231Uma criança de quatro anos e com 50% do corpo queimado aguarda há um mês por uma cirurgia no Hospital de Urgência de Teresina(HUT), maior hospital de urgência do Piauí. A mãe Francisca Silva denuncia que desde a internação do filho, em 19 de março, o caso é repassado diariamente de médico para médico e, mesmo após fim da greve dos profissinais do centro cirúrgico que ocorreu há 20 dias, não há previsão para o procedimento de enxerto, implantação de pele.

dona de casa contou que o filho estava brincando quando esbarrou no fogão e derrubou em cima dele uma panela de água quente. O líquido atingiu o rosto, pescoço, peito, abdômen e coxa do menino, que ficou com queimaduras graves na parte frontal do corpo.

“Estamos aqui desde o dia 19 de março, morando na Unidade de Tratamento de Queimaduras do hospital. O meu filho primeiro passou por um período de cicatrização para poder agendar a cirurgia, mas em seguida os profissionais do centro cirúrgico do hospital entraram em greve e, mesmo após 20 dias do retorno das atividades, não temos previsão de nada”, relatou a mãe.

img_9840Francisca Silva disse que está cansada com a demora e os constantes pedidos do filho para voltar para casa. Ela lembrou que durante o período de internação a criança chegou a fugir do hospital, pois não aguentava mais permanecer no local.

“A única coisa que eu reclamo é de não ter uma previsão para a cirurgia. Nessa terça-feira, por exemplo, marcaram o procedimento para o turno da manhã e o meu filho ficou em jejum das 21h do dia anterior até às 13h quando desmarcaram o enxerto”, contou.

O diretor do HUT, Gilberto Albuquerque, informou  que a cirurgia foi remarcada novamente para esta quarta-feira (7) e disse depender da disponibilidade de salas para realizar o procedimento, pois os casos de traumas têm preferência no atendimento.

Fonte: G1