Crise chega aos mais humildes: Governo corta quase R$ 1 bilhão do Bolsa Família neste ano

bolsaApesar do governo ter garantido que não, segundo a revista “Isto É”, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, vai cortar pelo menos R$ 800 milhões do Bolsa Família, principal programa do PT.

A revista aponta que, oficialmente, o valor destinado ao programa em 2015 terá um aumento de R$ 1,2 bilhão em relação ao desembolsado ano passado.

Apesar disso, segundo integrantes da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso, não foi informado que o Bolsa Família terá de absorver um custo extra decorrente de um reajuste de 10% concedido na véspera da campanha eleitoral do ano passado pela presidente Dilma Rousseff.

Esse valor pode chegar a R$ 2 bilhões nas despesas com o programa. Assim, com o repasse de R$ 1, 2 bilhão adicional, a conta ficará defasada em R$ 800 milhões.

Em valores absolutos, ainda de acordo com a publicação, o Bolsa Família dispõe de R$ 27,7 bilhões para 2015.

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) negou haver defasagem entre o dinheiro disponível e as despesas do Bolsa Família. Também não reconhece a intenção de enxugar a folha de pagamento inibindo novas adesões.