Cultura do sisal vive momento de crise e preocupa o deputado Tom Araújo (DEM)

    Tom Eduardo Salles e Rose PO deputado Tom Araújo (DEM) defendeu, terça-feira (08), em reunião com o secretário da Agricultura, Eduardo Sales, a urgência de medidas para a manutenção da cultura do sisal, “em especial, neste longo período de estiagem”. “A cultura do sisal corre sérios riscos e o governo não pode perder tempo. Tem que tomar medidas urgentes para apoiar o produtor do sisal e toda a cadeia produtiva neste momento de crise”, declarou.

    No encontro, que também teve a participação de Rose Pondé, superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento na Bahia (Conab), foram discutidas a construção e a fase de testes de uma nova máquina desfibradora, que pode garantir maior valor aos insumos gerados pelo sisal.

    Eduardo Sales se comprometeu em levar as demandas ao governador Jaques Wagner. A expectativa é de que o Governo do Estado possa, de fato, desenvolver ações imediatas e de curtíssimo prazo. Participaram também representantes dos produtores de sisal, industriais e comerciantes do setor sisaleiro.

    Sobre a fibra – Tom Araújo reafirmou a necessidade de gerar uma maior produtividade e novas aplicações para o sisal, vegetal cultivado com fins comerciais em regiões semiáridas. De acordo com o deputado, a fibra do sisal representa apenas 4% do que a planta pode oferecer. As cidades de Valente e Conceição do Coité, na Bahia, representam o maior pólo produtor e industrial do sisal do mundo.

    Fonte: Assessoria Parlamentar