Depois de morte de menino, população protesta e queima ônibus no interior da Bahia

1920234_807700859246898_603237934_nUm menino de 11 anos morreu atropelado neste domingo (16) em Itabuna, no sul baiano. Segundo informações de testemunhas, o acidente aconteceu depois que o menor não parou em uma abordagem policial, resultando em perseguição – ele estava em uma moto sem capacete. Depois do caso, moradores do bairro Lomanto ficaram revoltados e chegaram a queimar um ônibus em protesto.

Segundo o 15º Batalhão da Polícia Militar, depois da morte do garoto os moradores queimaram pneus e madeiras e fecharam a avenida Antonio Carlos Magalhães, principal via do bairro, que só foi desobstruída com ajuda da Tropa de Choque.  Logo depois, um ônibus foi incendiado perto de um viaduto no entroncamento das BR-415 e 101. Houve tensão no local.

A PM diz que uma viatura estava no local, mas não confirma que esta tenha perseguido o garoto e nem se envolvido no acidente. Já a Polícia Civil da cidade informa que ainda está apurando como o acidente aconteceu.

O caso foi por volta das 11h da manhã de hoje. A pista ficou interditada pelo protesto até por volta das 14h. A Tropa de Choque, que está baseada na cidade para ajudar em conflitos na região de Buerarema, foi ao local para ajudar na liberação da via, assim como as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal.

Depois de fechar o trânsito na avenida, populares ainda queimaram carros no pátio da Secretaria de Transporte e Trânsito da Prefeitura – não há confirmação de quantos veículos até o momento. (Correio 24 Horas) Foto: Radar Notícias