Dupla de zaga campeã deve render R$ 70 milhões ao Corinthians

a2996f100222_3cuVQRhA maior fonte de receitas em vendas do Corinthians nesta temporada virá da dupla de zaga titular na campanha do título brasileiro de 2015.

Depois de receber cerca de R$ 39,5 milhões pela transferência de Gil para o Shandong Luneng, da China, o clube aguarda proposta superior a R$ 31 milhões do Porto por Felipe.

A diretoria alvinegra admitiu no fim de semana passado que deve perder o zagueiro para o clube português e espera o documento oficial com a proposta do Porto até o início da próxima semana.

Com a confirmação do negócio, o Corinthians teria R$ 70 milhões em caixa só com seus dois defensores.

Os valores de Felipe ainda não são definitivos porque há uma porcentagem da transferência retida pela Receita Federal por causa de tributos – o procedimento é normal em qualquer negociação internacional. Mesmo assim, o fato de o Corinthians ter 100% dos direitos econômicos do jogador garante um bom dinheiro ao clube. Com Gil, o Timão tinha 90% dos direitos – ele foi vendido por R$ 43,9 milhões.

Ainda que a venda seja selada na próxima semana, Felipe deixará o Brasil apenas em julho, durante a janela internacional de transferências. Por enquanto, ele continua defendendo o Timão no Campeonato Brasileiro – e é peça fundamental com a suspensão de Yago e a iminente saída de Balbuena para a seleção paraguaia.

Defesa mais valorizada

Juntos, Gil e Felipe vão render o dobro do que o clube conseguiu com Renato Augusto, Jadson, Vagner Love e Ralf, outros titulares que deixaram o Corinthians no início do ano. Renato e Jadson, juntos, foram responsáveis por R$ 24 milhões aos cofres corintianos – R$ 17 milhões do primeiro, quase R$ 7 milhões do segundo.

Love e Ralf saíram por valores menores, em torno de R$ 4 milhões cada. O atacante Malcom, que também deixou o Brasil no início do ano, não teve valores de sua transferência divulgados. O Corinthians, porém, tinha direito a apenas 30% do montante da transferência.