“Ele não é tão ingênuo”, diz advogado de professora baiana que fez sexo oral em aluno

ADOLECENTEO advogado da professora Mônica Souza dos Santos, 30 anos, que aparece em um vídeo fazendo sexo oral em um adolescente de 13 anos, afirma que sua cliente não nega o ato sexual e defende que o garoto “não é tão ingênuo” quanto parece. O caso ocorreu no município baiano de Palmas de Monte Alto, no sudoeste do estado. “Ela diz que o que fez não é nada fora do comum e que ele não é tão inocente, ingênuo como dizem”, declarou. Custódio Lacerda ao Correio. O advogado disse também que a professora acreditava que o aluno manteria em sigilo as imagens, gravadas com um celular. “Você não vai emprestar o celular para ninguém, não, tá?”, diz Mônica, no vídeo. “Ela se apresentou à delegacia e se colocou à disposição do Poder Judiciário. Vamos analisar o vídeo, e será investigado se o garoto é uma pessoa precoce, apesar de ter 13 anos”, acrescentou o advogado. O tio do adolescente afirmou que o garoto está “traumatizado”  O vídeo será analisado pelo Conselho Tutelar e Ministério Público Estadual.(BN)

Veja Mais

Escândalo: professora foge após ser filmada fazendo sexo com aluno de 13 anos na Bahia