Em Itabuna, chuva deixa cerca de 200 desabrigados, diz Defesa Civil na BA

befunky_materias0004.jpgA forte chuva que atinge boa parte do estado da Bahia nesta quinta-feira (28), deixou estragos também na cidade de Itabuna, interior do estado. De acordo com a Defesa Civil de Itabuna, já choveu cerca 40mm na cidade e a estimativa é que chova mais 60mm ainda hoje.

A Defesa Civil estima que cerca 200 família encontram-se desabrigadas. Ao todo já são 20 casas toalmente destruidas. O Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municial, atuam em conjunto com a Defesa Civil no socorro a essas famílias.

Os desabrigados estão sendo levados para abrigos temporários no Parque de Exposições, campo de futebol da cidade, escolas e ginásios de esporte que se encontram em zonas fora de perigo.

A Defesa Civil também registrou a queda de duas pontes, uma no bairro de Nova Califórnia que dá acesso a um condomínio e outra no bairro de São Roque.

befunky_materias0002.jpgOutras cidades
Um barranco desabou e atingiu uma residência no município de Presidente Tancredo Neves, no sul da Bahia. De acordo com Vandiney Andrade Souza, secretário de Administração da prefeitura da cidade, o desabamento ocorreu em razão das fortes chuvas que atingem a cidade desde quarta-feira (27).

“O barranco atingiu um quarto e uma área de serviços. Não houve vítimas fatais. Duas adolescentes que estavam dentro da casa tiveram lesões, mas estão bem”, afirma o secretário. Vandiney Andrade acrescenta que diversos pontos da cidade foram alagados. Equipes da prefeitura estão nos locais afetados pela chuva.

Um temporal também atinge os municípios de Valença e Maraú. Segundo as prefeituras das cidades, as fortes chuvas alagaram estradas, ruas, provocaram o surgimento de buracos e afetaram a rotina dos moradores. A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) é de que o clima na região continue o mesmo até sábado (30).

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, na região sul da Bahia, fechou por causa do mau tempo  nesta quinta-feira. Segundo informações da Infraero, os próximos voos no terminal estão programados para o período da tarde, e podem também ser cancelados devido ao clima. Ainda de acordo com o órgão, as atividades só poderão retornar quando o tempo apresentar condições adequadas de visibilidade. (Informações e fotos do G1/BA)