Em Paulo Afonso, Prefeito mais bem pago do país diz que ganha “só R$ 28 mil”

    d5bae99994eb37b7cd22c778acc3e769Localizado no semiárido baiano e sofrendo com as agruras da seca, embora esteja às margens do Rio São Francisco, o município de Paulo Afonso ganhou notoriedade esta semana com a divulgação do salário do prefeito reeleito Anilton Bastos (PDT): R$ 30.063, valor fixado, como prevê a lei, pela legislatura passada da Câmara Municipal. Isso representa um aumento de 66% no salário de Anilton, que era de R$ 18 mil até dezembro de 2012. Ante a repercussão do caso, o prefeito apressou-se em esclarecer que, devido ao que prevê a lei do teto salarial do funcionalismo do Brasil, ele “só recebe” RS 28.059,29, o subsídio máximo do setor público, cujo parâmetro é o salário de ministro do Supremo Tribunal Federal. Mesmo com o “abatimento” de R$ 2 mil do valor pelo corte constitucional, o salário de Bastos é maior que o da presidente da República, Dilma Rousseff, de RS 26 mil, do governador laques Wagner, R$ 18.299 e do prefeito de Salvador ACM Neto, R$ 18.038,10. Supera também o que ganha o prefeito da cidade mais rica do País, Fernando Haddad, de São Paulo, cujo vencimento chega a R$ 24 mil.

    A Tarde