“Espero que o Governador não tenha a cara-de-pau de visitar Nordestina agora”, diz Luciano Simões

    luciano-simoesDurante a sessão plenária desta segunda-feira (22), na Assembleia Legislativa, o deputado Luciano Simões comemorou a descoberta de que o município de Nordestina, no semiárido baiano, terá a maior mina de diamante do Brasil e aproveitou para alfinetar o governo. “Eu espero é que o governador Jaques Wagner não faça o mesmo que fez no Vanádio de Maracás, onde lançou pedra fundamental”, criticou o parlamentar.

    O assunto foi capa do jornal A Tarde que destacou, além da descoberta da mina de diamantes, que aquela região detém uma das maiores reservas de ouro do país. Empresas estrangeiras pesquisam a área há dez anos e pretendem se instalar, gerando mais de 500 empregos diretos, além de outros indiretos. “Tenho certeza que o prefeito Ito dará uma destinação valiosa aos recursos que advirão do ouro e do diamante para a comunidade de Nordestina”, afirmou.

    De acordo com Simões, o governador Jaques Wagner costuma “pegar o bonde andando” e depois bancar o “descobridor”. “Espero que ele não tenha a cara-de-pau que teve com o urânio e o titânio de outros municípios, onde ele não teve participação alguma, mas gastou dinheiro com propaganda”, concluiu.

    Fonte: Assessoria de Comunicação