Estudante de medicina é presa com cocaína boliviana na Bahia

340x650_1351414Uma estudante de medicina foi presa com um quilo e meio de cocaína “nine-nine”, com 99% de teor de pureza, trazido da Bolívia, entre as cidades de Serrinha e Teofilândia, informou, nesta sexta-feira, 30, a Polícia Civil. Luciana Martins Ribeiro, de 22 anos foi flagrada em um posto de combustível às margens da BR-116, na quarta, 28.

A cocaína estava dentro de um saco plástico, escondido no fundo falso de uma mochila, encontrada com a estudante. A polícia informou que está investigando a identidade do destinatário da droga em Serrinha, onde acontece, na próxima semana, entre os dias 5 e 8 de setembro, a tradicional vaquejada da cidade.

Natural de Rondônia, Luciana informou, durante o interrogatório, ter saído da Bolívia, no domingo, 25, de avião em direção a Goiânia, cumprindo o restante do percurso, até a Bahia, de ônibus.

Segundo a polícia, ela disse ainda que foi contratada por um homem na Bolívia, onde cursa medicina, para trazer a cocaína até Serrinha, mediante o pagamento de US$ 2 mil quando retornasse para aquele país.

O alto índice de pureza da droga consta do laudo confeccionado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Atuada em flagrante por tráfico, Luciana Martins Ribeiro deverá ser encaminhada ao Presídio de Feira de Santana (a 108 km de Salvador). A droga ficará apreendida na 15ª Coorpin até que a Justiça autorize sua incineração. Uma cópia do inquérito policial será encaminhada ao Departamento de Narcóticos (Denarc), em Salvador. (A Tarde)