Euclides da Cunha: Oposição barra empréstimo de R$ 15 milhões da prefeitura junto à Caixa

Mais um episódio envolvendo os poderes Executivo e Legislativo de Euclides da Cunha aconteceu no último dia de 2017. A bancada de Oposição na Câmara Municipal conseguiu barrar temporariamente na Justiça a operação de crédito de R$15 milhões que a Prefeitura aprovou no dia 18 de dezembro de 2017 por oito votos a favor e sete contra.

Os vereadores alegam que a aprovação do crédito necessitava do aval de, no mínimo, 2/3 da Casa, ou seja, 10 votos, informação contestada pela presidência da Câmara. O projeto foi aprovado por maioria simples, oito votos dos 15 existentes na legislatura atual. A Justiça decidiu, em medida de urgência, suspender os efeitos da aprovação até que o processo seja avaliado de forma mais detalhada.

Em nota, a Prefeitura disse que vai recorrer da decisão e classificou a ação dos vereadores como “desejos antiprogressistas de uma minoria que não se conforma com a derrota e tenta barrar o desenvolvimento da cidade a qualquer custo, mesmo que isso signifique prejudicar, claramente, a vida do povo”.

Foto reprodução

Em sua página pessoal no Facebook, o prefeito Luciano Pinheiro disse estar indignado com a postura dos vereadores. “O que deixa pasmado é que nenhum desses vereadores está preocupado com o povo euclidense nem com a destinação dessa verba. É uma ação cruel que tenta exclusivamente impedir que os bons resultados da aplicação desses recursos resultem no sucesso da atual administração do Município”, postou o gestor.

O valor solicitado à Caixa Econômica Federal será destinado para a execução de um plano de obras na área de infraestrutura e saneamento na sede e povoados. Os sete vereadores que fazem oposição à gestão municipal se posicionaram desde o início contrários ao projeto, o que ocasionou debates fervorosos com os oito que compõem a bancada de apoio ao prefeito.

Entenda quem é quem na história:

Bancada Situação, votou a favor do crédito: Ireno Barreto, Rubenilson Campos, Tita, Bolivar, Junior da Pax, Del Lima, Adriano Reis e Mergulho.

Bancada Oposição, votou contra o crédito: Simone Matos, Valdemir Dias, Cacique Flávio, Genildo Costa, Aroldo Rocha, João Alves e Romilda Costa.

Fonte: Resenha Local

....

COMPARTILHAR