Família baiana faz apelo por coração para garoto pode morrer em 43 dias

aratuonline-bahia-garoto-arthur-540x400A mãe do estudante baiano Arthur Almeida, de 12 anos, está fazendo apelos nas redes sociais para conseguir o transplante de coração para o jovem. Gislândia Almeida contou à produção da Tv Aratu que o pequeno está internado no Instituto do Coração de São Paulo (Incor). Segundo ela, os médicos deram um prazo de 43 dias para conseguir a cirurgia, caso não aconteça o garoto pode morrer. A família mora na região de Caetité, a 647 km de Salvador.

Arthur foi diagnosticado com uma Miocardite Viral, que é um vírus raro que entra pela corrente sanguínea e se aloja no músculo do coração, provocando uma inflamação irreversível. “Temos lutado muito contra esse vírus, conseguimos matá-lo, devolvemos boa parte da função cardíaca dele, mas infelizmente não conseguimos restituir seu coração a ponto de curá-lo”, conta Gislândia.

A página no facebook, intitulada como “Arthur, coração de Aço”, já conta com mais de três mil curtidas e a família está recebendo apoio de diversos lugares do Brasil. Gislândia disse que “o objetivo é conscientizar as pessoas para o transplante de órgãos e para que a corrente chegue a alguma família que possa doar um coração compatível com o de seu filho”. (TV Aratu)