Fenomeno da natação se diz “envergonhado e horrorizado” após se relacionar com transexual

RTEmagicC_d59e9f4395.jpgO nadador americano Michael Phelps passou por uma situação delicada ao se relacionar com uma mulher que, na verdade, não nasceu no gênero imaginado pelo atleta. Segundo o site “Hollywood Life”, o recordista de medalhas de ouro em Jogos Olímpicos teria ficado “envergonhado” por não ter reconhecido que Taylor Lianne Chandler, de 41 anos, não era nascida da forma que se apresenta atualmente.

Os dois se conheceram através do Tinder, aplicativo de paquera famoso mundialmente. Taylor não contou a Phelps que nasceu homem e garantiu que nunca nem havia vivido como um. Até 20 anos atrás, ela respondia pelo nome de David Roy Fitch. “Nunca fui homem, nunca vivi como um”, escreveu ela no Facebook.

 “Ele está cortando relações com ela e não quer falar com ninguém sobre isso. Ele ficou completamente envergonhado e horrorizado”, disse uma fonte citada pelo site.

Michael Phelps está afastado das competições desde que foi preso por dirigir sob efeito de substâncias ilícitas. Ele está se recuperando em uma clínica de reabilitação e deve ter alta na próxima semana. O americano poderá voltar a competir em março do ano que vem e já manifestou o interesse em participar das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. (iBahia)