Filha de Genoino faz apelo no Facebook sobre multa do mensalão: “não temos 468 mil reais”

RTEmagicC_miruna_genoino_facebook.pngA filha do ex-deputado federal José Genoino deixou um apelo no Facebook nesta terça-feira (7) por conta da multa que ele terá que bancar após ser condenado no processo do Mensalão. Segundo Miruna Genoino, a família não tem condições de pagar os R$ 468 mil que ele foi intimado a entregar.

“O carro que meu pai tinha, um Logan de 2008, foi vendido para podermos ajustar as nossas finanças depois da prisão. O que vão fazer conosco? Vão tomar nossa casa?”, escreveu a filha do político condenado no Facebook.

De acordo com o Estadão, Miruna também criou um site para que outras pessoas ajudem o petista a pagar a quantia. A página informa que desde o dia 11 de novembro já foram arrecadados cerca de R$31 mil, através de transferências, cartões de crédito ou boletos bancários.

“Você que conhece o companheiro José Genoino, você que sabe dos equívocos no julgamento da Ação Penal 470, deixe sua contribuição para que José Genoino pague a multa da Ação Pena 470, no valor de R$ 468 mil, e não precise vender a sua casa”, relata a página na internet.

O juiz Bruno Ribeiro, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, determinou nesta segunda-feira (6) que Genoino deve ser intimado a pagar a multa. A partir do momento da intimação, ele terá 10 dias para fazer o pagamento dos R$468 mil.

Ajuda do PT
O presidente estadual do PT-SP, Emídio de Souza, afirmou nesta terça-feira, 7, que o partido vai se mobilizar para ajudar o ex-presidente da sigla José Genoino e do deputado João Paulo Cunha a pagarem as multas do julgamento do mensalão. João Paulo foi multado em R$$ 370 mil.

“É evidente que Genoino não tem condições de pagar. Ele não tem patrimônio nenhum. O João Paulo também não. Vamos ajudar os que precisarem”, afirmou Emídio.

A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal determinou que os cinco condenados no mensalão devem pagar as quantias devidas em decorrência da condenação em dez dias após serem notificados da decisão. Somadas, os valores chegam a R$ 9,9 milhões.

Além do ex-dirigente petista, terão que pagar as multas em dez dias o empresário Marcos Valério, no multado em R$ 3,06 milhões; seus ex-sócios Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, que foram condenados ao pagamento de, respectivamente, R$ 2,79 milhões e R$ 2,53 milhões; e o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP), multado em R$ 1,08 milhão.

Emídio disse que o dinheiro não pode sair dos cofres do partido e que, por isso, vai fazer com que os militantes organizem “uma espécie de vaquinha” para arrecadar o dinheiro. “Não é o partido. O partido não pode. Mas todos nós como militantes vamos arrecadar individualmente para juntar o dinheiro”, disse ele.

As informações são do Correio 24h