Funcionário da EBDA é espancado até a morte por prostituta em motel no interior da Bahia

RTEmagicC_acusadairece_01.jpgUm técnico da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) foi encontrado morto dentro de um quarto de motel em Irecê, município localizado a 478 quilômetros de Salvador. O crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira (22). Segundo a Polícia Civil da região, a vítima conheceu uma garota de programa e os dois seguiram para o motel Classic, que fica às margens da BA-052.

No quarto, a jovem Naildes Santos da Silva, 23 anos, espancou Abelardo Feliciano de Jesus, de 62 anos, até a morte. A prostituta fugiu logo em seguida, ao pular o muro do estabelecimento. O técnico agrário da EBDA foi encontrado posteriormente por um funcionário do motel, por volta das 4h.

A moça, que mora em Itaberaba, foi encontrada algumas horas após o crime. Ela foi presa em flagrante por volta das 16h, depois de diligências da polícia. A garota de programa disse que conheceu a vítima em um bar da região, e que ao chegar no motel, disse que só ficaria com ele caso Abelardo pagasse uma quantia.

Ela disse que o idoso inicialmente concordou, depois mudou de ideia e não quis pagar nada. Os dois começaram a discutir e se agrediram fisicamente. Durante a briga, ela espancou e esganou a vítima, que não resistiu e morreu.  Naildes alegou que agiu para se defender. Ela não tinha passagem pela polícia.

“Ela também ficou ferida, estamos aguardando a Polícia Técnica para fazer exames. Será autuada por homicídio e vai caber ao Ministério Público entender se existem atenuantes, qualificadoras”, explica a delegada Lúcia Jansen. Imagens de câmeras de segurança de locais próximos ao motel mostram a jovem indo embora depois do crime.

Abelardo era casado e membro do Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Área Agrícola do Estado da Bahia (Sintagri). Em nota, o sindicato lamentou a morte do técnico, que era delegado sindical suplente de Irecê. “Todos os seus colegas de EBDA sempre terão Abelardo na lembrança como amigo e participante permanente das atividades coletivas de luta da categoria. Aos seus familiares, os nossos votos de pesar”, diz o texto, assinado pelo presidente Décio Ferreira de Amorim. (Fonte: Correio 24 Horas/ Foto: Irecê Repórter)