Garoto de 14 anos contrai síndrome rara após vacina contra febre amarela na Bahia

Familiares de um jovem de 14 anos denuncia a falta de medicação para uma doença rara, na capital baiana. Matheus Barreto da Cruz está internado em estado grave no Hospital Roberto Santos, após desenvolver sintomas que os médicos diagnosticaram ser a Síndrome de Guillain-Barré.

Segundo os familiares, o diagnóstico só saiu após o jovem passar por uma clínica particular, mais 12 dias internado em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e por fim conseguir uma internação no hospital. Ainda de acordo com a mãe do garoto, os sintomas aparecerem após ser vacinado contra febre amarela.

O adolescente só começou o tratamento tomando três doses, após uma liminar na Justiça. Na luta contra a evolução da doença, os familiares buscam pelo medicamento que está em falta para a continuação do tratamento.

De acordo com o neurologista, Pedro Antônio Pereira, a síndrome de Guillain-Barré é imunológica, onde o indivíduo produz anticorpos contra ele mesmo, mas especificamente contra os nervos periféricos. Entre os fatores desencadeantes, estão as infecções gastrointestinais ou até mesmo após vacinas.

....

COMPARTILHAR