Garoto de 15 anos foi o autor de ofensas racistas contra Maju no Facebook

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.XSgwb1JXQKA Polícia Civil de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (7), que identificou um dos autores de comentários racistas sobre a jornalista Maria Júlia Coutinho, na página do Jornal Nacional.

Um adolescente de 15 anos que mora em Carapicuíba, na Grande São Paulo, já foi ouvido pela polícia e liberado em seguida. Os ataques aconteceram na última quinta-feira (2) e, para identificar os responsáveis, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) fez buscas em redes sociais e solicitou dados cadastrais e números de IP ao Facebook.

A pena por injúria racial é de dois a cinco anos de prisão e multa. O adolescente poderá ser punido com alguma medida socioeducativa a ser definida pela Justiça da Infância e da Juventude.

O Ministério Público de São Paulo também abriu uma investigação para apurar o ataque. “Já tivemos alguns casos semelhantes e fomos bem-sucedidos. É uma investigação. Vai depender muito do acesso que tivermos às informações e colaboração de pessoas que possam contribuir conhecendo quem praticou os crimes”, disse o Promotor de Justiça Criminal Christiano Jorge Satos ao UOL.