Geddel dispara: “Vamos rasgar logo essa fantasia: o candidato é Rui Costa”

    IMAGEM_NOTICIA_5O vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica e presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, afirmou nesta segunda-feira (10) que o candidato governista no pleito sucessório de 2014 na Bahia já está definido. Em entrevista ao programa “Bahia Notícias no Ar”, da Rede Tudo FM, o peemedebista, que também é pré-candidato ao governo do Estado, afirmou que é preciso “rasgar”, o que chamou de “fantasia”, a possibilidade de surgir uma candidatura de um dos membros dos outros partidos que integram a base aliada, em detrimento da postulação petista. “Já tem um candidato. É o candidato do governador, o secretário da Casa Civil [Rui Costa]. Acreditar que o Partido dos Trabalhadores na Bahia vá abrir mão da cabeça de chapa para outro candidato na base aliada é querer ganhar tempo, é lero-lero, e a gente sabe como isso funciona na política. Falta um pouco de transparência para dizer: ‘olha, nós temos legitimidade’. E eles [petistas] têm legitimidade para apresentar o candidato que tentará dar sequência ao atual trabalho”, disse. Para Geddel, os pré-candidatos governistas – Otto Alencar (PSD), Lídice da Mata (PSB) e Marcelo Nilo (PDT) – buscam apenas uma maior valorização dentro grupo. “Fica uma porção de gente, no jogo político legítimo, tentando se cacifar, se valorizar, para ter um lugar especial e qualificado à mesa de negociações. Mas, o candidato é do PT e é o chefe da Casa Civil, que é aquela pessoa que o governador atual enxerga como alguém que será fiel aos seus ditames e lhe obedecerá sendo eleito o governador”, alfinetou. (BN)