Herdeiro do pai, itiubense Luciano Simões Filho pretende “fiscalizar” o governo na Assembleia

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.MlMW_m9y1-O deputado estadual de primeira viagem do perfil desta quinta-feira (16) não um é desconhecido do meio político da Bahia. Trata-se de Luciano Simões Filho (PMDB), que, como o nome deixa claro, é herdeiro de Luciano Simões, veterano de sete mandatos na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) que não concorreu nas eleições de 2014. Encontrado no gabinete do pai, o deputado confessou que boa parte dos seus votos se concentraram na região do Sisal, de onde sua família é originária. “Meus avós e meu pai são de Itiúba, nada mais natural. Já aconteceu de eu pegar o eleitorado do meu pai e consegui até ampliá-lo”, disse Simões Filho. O deputado começou sua própria carreira política no PMDB, tendo integrado a Juventude do partido e sido membro da Executiva Nacional da sigla, além de ter percorrido os municípios do interior do estado com representantes. Eleito, Luciano pretende implantar a educação em tempo integral e políticas públicas para resolver os problemas da seca. Simões Filho acredita que seu papel na AL-BA, enquanto oposição ao governo de Rui Costa (PT), será de fiscalização. “Vou respeitar a vontade do povo, pois fiz campanha aberta a Geddel Vieira Lima (PMDB) e Paulo souto (DEM)”, afirmou o deputado, que antecipou que pretende “ajudar quem o ajudou a se eleger nos municípios” nas eleições de 2016, nos municípios da região. Desde cedo envolvido com política, Luciano Simões afirmou que resolveu ingressar na vida pública porque acha que “esse é o único instrumento de transformação social, a forma de transformar a realidade dos mais pobres”. (BN)