Homem é indiciado na Bahia após menina de oito anos denunciar violência sexual em bilhete

RTEmagicC_BilheteGarota.jpgO delegado Lúcio Ubiracê, titular da 19ª Delegacia Territorial (DT/Itaparica), indiciou nesta quinta-feira (11), o biscateiro Roque Figueiredo, o “Roque do Fogão”, 45 anos, por estupro de vulnerável. Ele foi acusado por uma menina de oito anos que, em um bilhete entregue à tia, revelou estar sendo vítima de abuso sexual.

O titular da DT/Itaparica também já solicitou à Justiça a prisão preventiva do criminoso, que está custodiado em um hospital de Santo Antônio de Jesus, para onde foi transferido depois de quase ser linchado por populares, revoltados com as acusações. Roque não corre risco de morrer.

Amigo da família da menina, que mora na localidade conhecida como Praia do Brasileiro, em Itaparica, Roque foi ouvido pelo delegado e negou que tenha cometido o abuso. Entretanto, o bilhete feito pela criança, e que já está com a polícia, informa que o biscateiro pedia-lhe que tocasse em seu órgão genital e que fizesse sexo com ele.

O assédio foi descoberto no sábado (6), quando a tia notou o nervosismo da menina com a presença de Roque, que fora à casa da família para desmontar um móvel. A mulher perguntou o que estava acontecendo e, depois de muita insistência, a criança escreveu o bilhete denunciando Roque e descrevendo as propostas e as ameaças que fazia, caso contasse a alguém. A sobrinha disse à tia que não cedeu aos assédios.

Chocada com a revelação, a tia disse que, para não chamar a atenção do criminoso, saiu da casa levando a menina e foi ao encontro da mãe, que estava em outro local, entregando-lhe o bilhete com as denúncias. Nervosas e consternadas com a situação, elas acabaram comentando a violência com moradores que o agrediram a socos e pontapés. Os agressores ainda não foram identificados.

Roque foi socorrido ao Hospital Regional de Itaparica e, posteriormente, transferido à outra unidade hospitalar, no município de Santo Antonio de Jesus, onde está custodiado. Roque tem passagens pela polícia por furto, roubo, porte ilegal de armas e pelo estupro de outra menina, em 2006, em Salvador.

Estuprador

Investigadores da Delegacia Territorial (DT) de Nova Canaã prenderam, na quarta-feira (10), o estuprador Arlindo de Jesus Nobre, de 43 anos, acusado de abusar sexualmente de uma sobrinha, 17 anos, naquele município.

Foragido da Justiça de São Paulo, ele também tinha um mandado de prisão em aberto, pelo assassinato do companheiro de sua amante, no bairro Barra Funda, na capital paulista, no ano de 2008. A DT/Nova Canaã é subordinada à 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itapetinga).