Homens sentem-se “violentados” e evitam exames de próstata, diz urologista

dedaoOs homens sentem-se “violentados” e evitam a qualquer custo o famoso exame de próstata . Esta é a conclusão do famoso urologista português Matos Pereira, segundo ele “os exames de próstata mexem com a masculinidade de muitos homens porém não há razão para isso”.

“O toque retal não é agressivo. As sondas transretais são delicadas e quanto mais descontraídos os pacientes estiverem mais fácil e rápido é o exame”, explica, aconselhando os homens a ignorar o desconforto psicológico que o exame pode causar.

O Câncer da próstata é uma das principias causas de morte por câncer no mundo, a importância dos exames de diagnóstico é indispensável. “A maior parte dos tumores, bem ou moderadamente diferenciados, quando descobertos numa fase inicial, têm uma probabilidade elevadíssima de cura, seja através de cirurgia, de radioterapia externa ou interna ou braquiterapia (implantação de sementes radioativas) e é isto que é preciso reter”, garante.

Salvo casos excecionais, que exijam um rastreio mais precoce, os homens com 45 ou mais anos devem fazer uma consulta de rotina anual.