Homicida é preso pela polícia após roubar celular em Euclides da Cunha

preso-acusado-homicida_03Por volta das 10h da manhã deste domingo (21), ao transitar de bicicleta pela Avenida Ruy Barbosa, um funcionário de um estabelecimento de ensino da cidade teve a sua bicicleta abalroada por uma picape Fiat Strada, prata, placa JMI 5734, licença de Eunápolis-BA, ocupada por dois elementos.

Ao tentar fazer uma ligação telefônica para comunicar o fato à polícia, a vítima foi abordada pela dupla, sendo que o segundo elemento lhe apontara um revólver e exigira que fosse entregue o aparelho de telefone celular, caracterizando-se assim um assalto à mão armada.

O fato foi comunicado a polícia militar, que deslocou uma guarnição em ronda ostensiva pela cidade para averiguar a informação, que se constatou procedente, quando a guarnição chegou à Rua Oliveira Brito, uma transversal da Av. Ruy Barbosa, onde se encontrava estacionada a picape usada pela dupla apontada pela vítima.

Ao perceber a aproximação da PM, Luís Carlos Feitosa (30), natural de Tauá-CE, conseguiu se evadir por um dos becos da Rua Oliveira Brito levando consigo o revólver usado no assalto. A mesma esperteza não teve o parceiro, que foi preso e conduzido para 1ª DT da 25ª Coorpin, onde fora apresentado à autoridade de plantão, que ao solicitar os documentos do acusado, descobriu trata-se de um menor de 17 anos de idade.

Numa revista feita na picape, a polícia aprendeu, além de um facão, uma faca de aproximadamente 20 cm, com lâmina serrilhada, cabo de madeira em forma de culatra, equipada com uma minúscula lanterna e acionamento automático da lâmina, que se fecha (tipo canivete) por meio de um pino no cabo.

Enquanto isso, a guarnição da PM comandada pelo subtenente Matias dava seguimento de busca ao elemento que havia se evadido, conseguindo êxito, ao localizá-lo em um bar próximo à Rua Maria Antônia Dantas (bairro da Caixa D’Água), que faz esquina com a residência do menor de idade, onde fora localizado pela guarnição da PM, o revólver da marca Rossi, calibre 38, usado para a prática do assalto, que se encontrava escondido em um armário do quarto do menor. A arma tem como numeração de fábrica BD502950, cor preta, cabo de borracha, capacidade para cinco tiros e se encontrava municiada com dois projéteis intactos e um deflagrado.

O veículo, que se encontra recolhido ao pátio da 1ª DT, está em situação documental regular e sem restrições juntos aos órgãos de trânsito e da segurança pública. Descobriu-se também, que o acusado responde a um processo por homicídio no Estado do Ceará.

Ao ser preso, Luís Carlos tentou subornar os policiais militares, oferecendo a quantia de R$ 1 mil, para que, juntamente com o revólver apreendido não fosse conduzido e apresentado ao delegado de plantão, segundo consta do inquérito criminal instaurado pelo Bel. Paulo Jason Falcão – delegado titular de plantão, que após ouvi-lo em interrogatório, o enquadrou no Art. 157 § 52, I e II, e Art. 33 do Código Penal Brasileiro e determinou o recolhimento do acusado ao xadrez, onde permanecerá à disposição da Justiça.

(Com informações e foto de José Dilson do Euclidesdacunha.com)