Império: Maurílio e Silviano morrem no final; veja quem vai matar

551943-maurilio-carmo-dalla-vecchia-vai-950x0-2José Alfredo (Alexandre Nero) matará Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) no último capítulo de “Império”. Ele irá ao galpão abandonado resgatar Cristina (Leandra Leal) e acabará com a vida do rival. Josué (Roberto Birindelli), por sua vez, vai atirar contra Silviano (Othon Bastos). Essa é uma das versões escritas pelo autor, Aguinaldo Silva, em que está prevista, inclusive, a morte do próprio comendador.

Tudo começará quando José Pedro (Caio Blat) sequestrar a irmã e levá-la para o local onde funcionava a empresa da qual Silviano (Othon Bastos) era dono. Ele ligará para o pai e mandará que ele deposite uma grande quantia em sua conta, senão matará a moça.

Desesperado, o comendador irá com Josué (Roberto Birindelli) à casa do mordomo atrás de pistas. Acabará encontrando uma foto antiga de uma indústria com o nome “Indústrias Reunidas Santos Muniz”. Ele perguntará para Maria Marta (Lilia Cabral) onde ficava a empresa e ela dirá que Silviano sempre foi resolver negócios da família em Bangu.

Josué, então, pegará duas armas e dará uma para o patrão. A dupla seguirá para o bairro da Zona Oeste e, depois de muito perguntar aos moradores, conseguirá localizar o galpão. Ao ver o carro do rival, Maurílio se posicionará atrás de uma lixeira e ficará com sua arma apontada para o veículo.

Josué irá por um lado e José Alfredo por outro. Maurílio fará barulho e eles terão certeza de que os rivais estão por ali. Até que o rapaz sairá correndo dando tiros contra o segurança, que se protegerá atrás de um carro. O comendador empunhará a pistola e irá atrás do biólogo, mas ele sumirá. De repente, o filho de Silviano dará o bote e apontará o revólver para o peito do empresário. O vilão ordenará que o milionário jogue sua arma no chão. Ele obedecerá e abrirá os braços:

– Se chegou a minha hora, então seja breve.

– Seu desejo é uma ordem – responderá ele.

Porém, Josué jogará uma lata e distrairá o biólogo. Neste momento, José Alfredo rapidamente pegará a arma no chão e dará um tiro no rapaz. Em seguida, vai retirar o revólver das mãos do filho de Silviano, que desabará.

– Ainda faltam dois. Maurílio já foi para o inferno! Quem vai ser o próximo e fazer companhia para ele? – gritará o milionário, que ameaçará arrombar a porta do galpão.

José Pedro, com sua arma na cintura, finalmente aparecerá e ordenará que o pai entre. Antes, porém, subirá na cabine de um guindaste, o eleverá e ficará num plano mais alto. Cristina registrará tudo. Silviano rapidamente se esconderá, mas Josué será mais rápido e o verá.

– Parado, Silviano! – dirá, apontando o revólver.

Enquanto o segurança estiver mantendo o mordomo sob controle, o comendador conversará com o filho. O primogênito dirá que foi muita ousadia tê-lo desobedecido:

– Eu disse para ficar aguardando meu telefonema!

– Mas, como nunca dei a menor importância ao que você diz, tratei de descobrir onde é que você estava para lhe dizer cara a cara o que decidi sobre a sua proposta.

– Vai fazer a transferência do dinheiro para mim?

– Não. Enquanto Josué cuida do Silviano, vou soltar a Cristina e lhe dar a lição que você merece.

José Pedro apontará a pistola para o pai e Cristina dará um chute na alavanca, fazendo o guindaste descer. O irmão perderá o equilíbrio e cairá. José Alfredo pulará em cima dele e conseguirá retirar a arma. Depois, dará um coronhada na cabeça do filho, que desmaiará.

O comendador, então, desamarrará Cristina. Josué olhará para o patrão e falará para eles irem embora. Aproveitando esse descuido, Silviano sacará sua arma e dará um tiro no ombro do segurança. Ele revidará com vários disparos e matará o mordomo.

Os três finalmente deixarão o local, mas José Pedro despertará e dará um tiro no pai pelas costas.

Veja Também:

……………..