Irmãs vítimas de atentado em Jacobina estão em estado grave

    650x375_1346162É grave o estado de saúde das duas irmãs, uma delas de nove anos, vítimas de um atentando a uma lanchonete na cidade de Jacobina (distante a 358 km de Salvador). As duas, internadas no Hospital Geral do Estado (HGE), estão entre as seis pessoas que ficaram feridas no estabelecimento, que foi atacado com um coquetel molotov – bomba incendiária de fabricação caseira -, na noite de quarta-feira, 8.

    Camila Aquino dos Santos, de 18 anos, e a criança de nove anos foram transferidas para a unidade médica de Salvador durante a madrugada. Camila, que teve queimaduras graves em 80% do corpo, conseguiu vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou por uma cirurgia pela manhã. A irmã da jovem, que está no setor de pediatria, também deve passar por cirurgias.

    As outras quatro pessoas que ficaram feridas, entre elas o pai das meninas, José Raimundo de Lima, 36, que teve queimaduras de segundo grau, foram socorridas e encaminhadas para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, em Jacobina, onde permanecem internadas. Segundo informações da unidade médica, as vítimas não correm risco de morrer.

    É grave o estado de saúde das duas irmãs, uma delas de nove anos, vítimas de um atentando a uma lanchonete na cidade de Jacobina (distante a 358 km de Salvador). As duas, internadas no Hospital Geral do Estado (HGE), estão entre as seis pessoas que ficaram feridas no estabelecimento, que foi atacado com um coquetel molotov – bomba incendiária de fabricação caseira -, na noite de quarta-feira, 8.

    Camila Aquino dos Santos, de 18 anos, e a criança de nove anos foram transferidas para a unidade médica de Salvador durante a madrugada. Camila, que teve queimaduras graves em 80% do corpo, conseguiu vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou por uma cirurgia pela manhã. A irmã da jovem, que está no setor de pediatria, também deve passar por cirurgias.

    As outras quatro pessoas que ficaram feridas, entre elas o pai das meninas, José Raimundo de Lima, 36, que teve queimaduras de segundo grau, foram socorridas e encaminhadas para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, em Jacobina, onde permanecem internadas. Segundo informações da unidade médica, as vítimas não correm risco de morrer.

    Fonte: A TARDE online