Isso é Brasil: Justiça absolve dois por execução brutal à luz do dia

2014-687888890-2014-685997144-2014020571740.jpg_20140205.jpg_20140212Dois acusados de participarem da execução de Igor Oliveira Falcão, em janeiro do ano passado, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, foram absolvidos nesta quarta-feira pelo júri popular. O julgamento de Paulo Roberto Pereira Bruno e Gabriel Fernandes Araújo ocorreu na 1ª Vara Criminal de Belford Roxo. Ambos eram apontados como os responsáveis por terem segurado Igor até a chegada de Douglas Idael Pereira Ramos, que atirou três vezes contra a vítima.

Douglas ainda está foragido, e não há previsão para seu julgamento. O quarto acusado pelo crime, Cleiton da Conceição Antônio de Miranda, também seria levado a júri ontem, mas a sessão foi adiada para o próximo dia 24, a pedido da Defensoria Pública. Ele pilotava a moto que foi usada para levar Douglas de casa até o local do crime. O veículo, no entanto, pertencia a Gabriel.

2014-687301510-2014021081406.jpg_20140210A execução de Igor, na Estrada Plínio Casado, no bairro da Prata, foi flagrada por um cinegrafista. As imagens, que passaram a circular em redes sociais, mostram a vítima sentada no chão, sendo segurada pela cabeça por Paulo Roberto. Segundos depois, chega Douglas, na garupa de Cleiton, saca uma pistola e dispara três vezes. Igor ainda tenta se defender levantando os braços e abaixando a cabeça.

Um mês antes da execução, Douglas foi condenado por porte de arma. No entanto, o atirador não foi para a cadeia. De acordo com a sentença da juíza Renata Travassos de Macedo, da 1ª Vara Criminal de Belford Roxo, proferida no dia 17 de dezembro de 2013, a pena de dois anos de reclusão foi substituída por “prestação de serviços à comunidade” e “prestação pecuniária, consistente no pagamento de um salário mínimo à entidade pública ou privada com destinação social a ser indicada no momento da execução”.

O jovem morto também tinha histórico criminal. Foi condenado por tentativa de roubo e ficou preso por um ano.


………….
As informações são do Jornal Extra