Itiúba: Caos na saúde deixa hospital sem atendimento médico

100_6333Na ultima quinta – feira (30), a população itiubense viveu um dos dias mais caóticos da historia no que diz respeito à Saúde Publica no Município.

Logo pela manhã a população já estava em povorosa devido a um boato que circulava nas ruas da cidade que o Diretor Geral do Hospital Geral de Itiúba, havia pedido demissão do cargo devido às péssimas condições de atendimento impostos a ele e toda a equipe de funcionários (Falta de medicamentos, material cirúrgico etc), além dos salários atrasados (3 meses de atraso).

Inúmeras pessoas reclamavam de terem se deslocado até o Hospital em busca de atendimento e não conseguir por não ter nenhum médico plantonista.

Itiúba enfrenta hoje a maior crise na saúde já vista no município, onde todos os PSF’s estão fechados incluindo o do Distrito de Rômulo Campos e do Povoado de Ponta Baixa (Terra Natal e reduto eleitoral do Vice Prefeito José Francisco – Zé do Rádio), os Transportes relacionados a Saúde que transportam os moradores da zona rural até a sede do município foram suspensos por falta de pagamentos, e o Hospital Geral que atende a toda a população itiubense não estava atendendo nem em caso de emergência.

A Secretaria de Saúde do de Itiúba, mudou de condutor no dia 08/01/2014, quando assumiu o cargo como Secretario Wendell Catarino, após a exoneração de Agnaldo Severo, na ocasião da mudança o Prefeito Banga, convocou os funcionários do setor para uma reunião para tentar contornar a crise, já que os mesmos haviam feito uma paralisação.

Os demais funcionários ameaçam fazem uma nova paralisação, caso o impasse não se resolva, pois de acordo com o portal da Transparência os recursos destinados a Saúde no mês de janeiro ultrapassam os R$:600,000,00 (Seiscentos Mil Reais).

Não é de hoje que se sabe que a Saúde de Itiúba esta na UTI, mas agora a situação está simplesmente caótica.

Por: Tatiana Bontay (Cidade em Notícias/ foto: Portal Itiúba)