Itiúba: História

dscn4674A região era primitivamente habitada pelos índios cariacás. O povoamento do território, integrante da sesmaria de Garcia D’Ávila, iniciou-se no final do século XVII por pioneiros procedentes de Inhambupe, Alagoinhas e Cachoeira. Formou-se a povoação de “São Gonçalo do Amarante da Serra de itiúba”. Transformada depois em julgado, foi anexada a Senhor do Bonfim da Tapera, em 1697.

Em 1868, elevou-se o julgado de São Gonçalo do Amarante da Serra de Itiúba à freguesia, subordinada ao município de Vila Nova da Rainha, atual Senhor do Bonfim. Em 1884, a freguesia foi anexada ao recém criado município de Vila Bela de Santo Antonio das Queimadas. Em 1860, outro núcleo populacional surgia na fazenda Salgada, originando a atual cidade de Itiúba. Para o local foram transferidos os elementos administrativos, judiciários e religiosos, de São Gonçalo do Amarante da Serra de Itiúba. O povoado recebeu a denominação de Itiúba, em 1882. Criou-se a freguesia, em 1884.

O topônimo é adoção do nome da serra, localizada a 6 quilômetros da Cidade. Segundo historiadores é uma corruptela do vocábulo tupi “tu-yba”, que significa “abelha dourada”. Os nativos de Itiúba são chamados itiubenses.

Gentílico: itiubense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Itiúba, pela resolução provincial nº 1005, de 16-03- 1868, subordinado ao município de Queimadas. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Itiúba, figura no município Queimadas. Elevado à categoria de município com a denominação de Itiúba, pelo decreto nº 9322, de 17-01-1935, desmembrado de Queimadas. Sede no antigo distrito de Itiúba. Constituído do distrito sede. Instalado em 07-02-1935.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município permanece constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

....

COMPARTILHAR