Itiúba: Moradores sofrem com excesso de cachorros soltos nas ruas

1558498_461694783942552_5129584_nO grande número de cães abandonados pelas ruas da cidade, e a ausência de vacinação tem preocupado a população itiubense. Infelizmente, nestas condições, estes animais se tornam uma ameaça real para crianças, adulto e idosa. Mas de quem é a culpa? De todos.

Parte dessa culpa é das pessoas que abandonam seus animais a própria sorte.

A outra parte da culpa é das autoridades que precisam se conscientizar dos riscos que os cães abandonados estão causando à população, pois já podem ser considerados problemas de Saúde Pública, e alguma medida deve ser tomada imediatamente.

Órgão de Saúde

A Secretaria de Saúde, através do departamento competente, poderia criar mecanismos para controlar o aumento desenfreado dos cães de ruas. Assim como, o Conselho Municipal de Saúde, poderia criar uma resolução criando critérios para a criação e identificação de animais domésticos, seja cão ou gato.

Legislativo

Cabe aos vereadores legislar sobre o caso, pois são representantes do povo em todos os assuntos.

Zoonoses

Além de representarem um risco físico, os cães também podem ser um poderoso vetor de zoonoses – doenças transmitidas de animais para o homem. “Entre as zoonoses mais temidas, está à raiva – também conhecida como hidrofobia. Para o homem, a principal forma de transmissão da doença se dá pela mordedura de um animal, que foi infectado, geralmente por morcego, cão e gato”, explicação de Veterinários.

Ministério Público

É um órgão que a sociedade deve acionar à medida que entende que a Prefeitura está sendo omissa em sua missão.

Mais de 4 milhões de reais nos Cofres do município

Resolver o problema não é tão caro assim, pois dinheiro nos cofres da Prefeitura não falta. O que falta é a sensibilidade do responsável pela área da Saúde em querer resolver o gargalo. Enfim, governar é muito mais do que status.

Por: Renilson Ramos