Itiúba: Paciente teria morrido por falta de ambulância

2 - digitalizar0014A peregrinação para conseguir uma ambulância para transportar um jovem enfermo na Secretaria de Saúde do município de Itiúba, estado da Bahia, teve desfecho trágico na semana passada.

O Sr. Germano do Fechado (Procurador) da família do paciente Adilton de Jesus Santos, 28 anos, depois de percorrer diversas vezes na sede da Secretaria Municipal de Saúde do município de Itiúba para conseguir uma ambulância para realizar o transporte do jovem morador da Fazenda Fechado, que precisava de tratamento fora do seu domicilio constantemente, pois o paciente era portador de um problema de saúde grave e que o impedia de ser transportado em veículo popular.

O drama começou quando seu Germano do Fechado, foi na Secretaria de Saúde, solicitar uma ambulância para transportar o paciente para tratamento fora do seu domicílio, a 62 km no município de Senhor do Bonfim e o mesmo solicitou do funcionário responsável pelo Setor de Transporte da Secretaria, o sr. Wendel Catarino, conhecido por Irmão Nêgo para lhe conceder uma ambulância para levar o paciente Adilton de Jesus Santos até o seu destino para se tratar, porém não conseguiu, pois o Sr. Nêgo lhe disse que não tinha nenhuma ambulância disponível e que a única estava sem maca e que a maca estava ocupada. O servidor Nêgo propôs ao sr. Germano que se ele quisesse transportar o paciente no banco da frente junto com o motorista na ambulância podia até liberar. Ai o Sr. Germano ligou para o Secretário de Saúde do município, Sr. Aguinaldo Severo para tentar resolver e o mesmo lhe concedeu um veículo UNO locado, veiculo este que antes era usado para publicidade volante e que foi disponibilizado para o transporte do paciente sem condições alguma de viagem, mas foi detectado que tinha sim ambulância disponível, porém foi omitido pelo servidor.

Um motorista de ambulância que estava sobre aviso confirmou a disponibilidade de ambulância sim no município e até se propôs a testemunhar se preciso for. Diante da negligencia no transporte especial (ambulância) para a locomoção do paciente, o paciente voltou a passar mal e foi internado no Hospital Municipal de Itiúba por enfermeiros e um médico ainda não identificado que vendo a situação do rapaz ficaram comovidos e cuidaram muito bem do paciente, fazendo até vaquinha para poder fazer alguns exames no, pois a família não tinha dinheiro disponível por ser carente. Por fim, o pior veio acontecer, o paciente veio a óbito no último dia 21.09.2013 no próprio Hospital Municipal de Itiúba, conforme documentação emitida pelo Hospital.

O Sr. Germano do Fechado, indignado com a situação humilhante que ele passou para tentar socorrer o jovem Adilton, apresentou essa denuncia e afirmou que não é a primeira vez que sente-se maltratado e humilhado quando vai procurar algum serviço público de saúde para as pessoas da sua localidade, onde o mesmo representa a muitos anos como Presidente de Associação na Fazenda Fechado. Ele afirma também, que é perseguição política, pois, o mesmo foi candidato a vereador nas últimas eleições pelo Grupo de Oposição. Essa omissão de socorro ao paciente Adilton poderá gerar um processo para o município e a família já está tomando as devidas providências para que esse episódio lamentável não venha acontecer com outros munícipes que precise do serviço de saúde deste município. Saúde é para todos e não só para quem votou no prefeito Banga!

 

Informações e foto enviadas por: ABELHA NEWS

....