Jovem desaparecida é encontrada sem vida dentro de “Carrinho de mão”

A Polícia identificou como sendo da jovem Maria Dayane Alves Maia o corpo encontrado dentro de um carrinho de materiais recicláveis. O crime provavelmente, ocorreu na madrugada de ontem (12), mas somente no começo da manhã o corpo foi encontrado por moradores do Conjunto José Walter, na zona Sul da Capital. Dívida de drogas seria o motivo da execução sumária da adolescente de 16 anos. A Polícia suspeita que a garota tenha sido sequestrada por bandidos de uma facção em seu apartamento localizado no Residencial Cidade Jardim, ainda na noite de terça-feira (11).

Foto reprodução

O pai dela procurou a Base Móvel da PM no começo da manhã de ontem e, pouco tempo depois, surgiu a notícia de que o cadáver de uma jovem, com as características físicas semelhantes às de Dayane, havia sido encontrado no José Walter. Ele contou ainda que passou a procurar a filha na noite de terça-feira e depois foi até o apartamento onde ela morava, encontrando tudo revirado. Supostamente, traficantes estiveram ali em busca de objetos de valor ou dinheiro para saldar a dívida das drogas e como nada encontraram decidiram matá-la. As lesões constatadas no corpo da jovem indicam que ela pode ter sido submetida a uma sessão de tortura antes do assassinato. Dayane foi encontrada morta jogada dentro do carrinho, em meia a garrafas e garrafões plásticos (material reciclável) na Rua 59. Estava semidespida e com parte dos cabelos cortados. Os peritos atestaram golpes de faca e outras lesões.

....

COMPARTILHAR