Jovem morre com doença grave causada por absorvente

RTEmagicC_nadadora.jpgA nadadora Jemma-Louise Roberts, de 13 anos, passou a usar absorventes internos para não precisar suspender seus treinos durante o período de menstruação, mas acabou morrendo após desenvolver a síndrome do choque tóxico. Trata-se de uma infecção bacteriana rara, porém letal, ligada justamente ao uso deste tipo de absorvente.

Segundo informações do ‘DailyMail’, a jovem buscou ajuda médica porque apresentava sintomas como vômitos, diarreia e febre alta. O primeiro diagnóstico que Jemma-Louise recebeu foi de norovírus, que causa problemas gastrointestinais e é contraído pela ingestão de alimentos crus manipulados por mãos infectadas.

No entanto, poucas horas depois, a família estava de volta ao Royal Albert Edward Infirmary, porque os sintomas de Jemma tinham se agravado demais. Foi quando, finalmente, os médicos começaram a suspeitar de síndrome do choque tóxico.

A mãe da menina, Diane, acredita que se fala muito pouco a respeito da síndrome. “Nos anos 80 a gente ouvia sobre isso o tempo todo, mas, agora, ninguém fala nada. Meu marido, por exemplo, nunca tinha ouvido falar deste problema. É importante que se tenha informação. Se um pai conhece a doença e sua filha fica doente, ele pode salvar a vida dela. A paixão de Jemma era ensinar crianças a nadar. Ela estava sempre sorrindo, e adorava ajudar os outros”, disse.