Juazeiro: Mulher morre após ser assaltada e fica sem assistência do Samu, que alegou não ter maca

167

Uma mulher morreu na noite deste sábado (21), no bairro Alto do Alencar, vítima de golpes de facas, no estacionamento do CSU – Centro Social Urbano, em Juazeiro, na região norte da Bahia.

De acordo com testemunhas, a mulher, que ainda não teve o nome revelado, era moradora da Malhada da Areia e foi vítima de latrocínio. Segundo informações preliminares, ela foi assaltada por três homens, que fugiram após cometer o crime.

O Samu de Juazeiro alegou não ter maca
O Samu de Juazeiro alegou não ter maca

A Polícia Civil já iniciou as investigações.

Ainda de acordo com testemunhas, as pessoas que passavam pelo local prestaram assistência à mulher e acionaram o SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência, que não chegou ao local para atender ao registro de  homicídio.

” Ligamos para o SAMU e lá disseram que não tinha maca e por isso não podiam atender a mulher que agonizava no local. Disseram que as macas estavam todas nos hospitais servindo como leito para os internos. Um verdadeiro caos! Revoltante!”, contou um popular ao PNB.

O PNB está apurando, junto a Secretaria de Saúde, mais informações sobre o fato.

Fonte: Sibelle Fonseca / Preto no Branco