A Lei do Amor: Após traição covarde, Pedro fica furioso ao descobrir gravidez de Helô

Pedro (Reynaldo Gianecchini) brigará com Helô (Cláudia Abreu) ao saber que ela está escondendo dele que está grávida. Após flagrar o amado na cama com Laura (Heloisa Jorge), a galerista terminará a relação, mas os dois continuarão próximos para acompanhar o tratamento de Letícia (Isabella Santoni), que voltará a ter câncer. Será em uma das visitas ao hospital que Helô passará mal e o velejador, ao levá-la para casa, encontrará o exame que confirma a gravidez.

helo e pedro

“Você está me escondendo alguma coisa? Me fala”, pedirá Pedro. “Eu estou exausta, vou fazer um chá e me deitar. Você, por favor, vá pra sua casa”, despistará Helô. O velejador continuará no local até a galerista pegar no sono e, em seguida, verá o envelope com o resultado do teste. “A Helô está grávida?”, constatará, surpreso, na cena que encerrará o capítulo da próxima segunda-feira (13) de A Lei do Amor.

?dc=5550001577;ord=1489163225572

Na sequência, o velejador ligará para Ana Luiza (Bianca Müller), que confirmará a informação, e ficará furioso ao constatar que a galerista escondeu a notícia dele. “Ainda alguma náusea, tontura? Ou outro sintoma típico de uma gravidez? Por que você escondeu de mim que estava grávida?”, questionará ele durante um café da manhã.

Helô tentará encerrar o assunto, mas Pedro insistirá em saber o motivo que a levou a esconder dele a gravidez. “Eu vi a data do exame. Você está sabendo dessa gravidez há algumas semanas! E escondeu de mim, por quê? É isso que eu quero saber, Helô! Por quê?”, indagará.

“Quando descobri, você estava no Rio! No auge da empolgação com a Stelinha!”, lembrará a galerista. “Não quis que parecesse que eu estava usando a minha gravidez pra te segurar e te afastar da sua filha!”, explicará.

Furioso, o velejador acusará Helô de ter escondido a informação para se vingar pela traição dele. “Como eu dormi com a Laura, você resolveu me punir, me privando mais uma vez de participar desse momento”, deduzirá.

“Eu não quero te punir. E jamais quis te privar de coisa alguma. A única coisa que quero e preciso é de paz para poder gerar essa criança”, argumentará a galerista.

“E não sei de onde vou tirar forças para levá-la até o fim com a doença da Letícia e você me traindo com a Laura”, continuará, aos prantos. Pedro ficará comovido com o choro da amada e tentará consolá-la, mas Helô recusará o abraço.

“Não encosta em mim”, ordenará. “Acha que te abandonaria num momento desses? Que cuidaria de você por dever e piedade? Eu te amo, sua idiota”, declarará o arquiteto.

Ao perceber que a galerista está irredutível, Pedro perderá a paciência e a deixará sozinha. “Muito bem, Helô! Vai ser como você quer! Eu não vou te impor a minha presença! Só peço para me manter informado sobre a gravidez. E a gente combina o horário pra se revezar e fazer companhia à Letícia! E, qualquer emergência, me ligue, que venho correndo pra cá ou pro hospital, à hora que for!”, pedirá, encerrando a discussão.