Luciano Simões diz que o PT mudou o jeito de roubar

luciano-simoesTema de grande parte dos discursos na sessão plenária desta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, a prisão dos “mensaleiros” no último final de semana também foi comentada pelo deputado Luciano Simões (PMDB), que lamentou a postura dos colegas petistas da Casa. Ele criticou a tentativa de transformar os condenados em presos políticos e disse que o PT mudou o jeito de roubar.

Simões lembrou que, antigamente, se falava em corrupção quando o gestor público recebia uma percentagem do pagamento de obras públicas, mas que, no esquema petista, o dinheiro público era pego direto da fonte. “O PT pegou o dinheiro do Banco do Brasil e entregou a empresas de publicidade e correligionários. O PT tira do cofre público, não faz curva”, explicou.

O parlamentar criticou a tentativa dos petistas de negar que houve desvio de dinheiro público e de transformar os condenados em presos políticos. Para Simões, uma apuração que durou anos e reuniu técnicos e peritos qualificados não pode ser desmentida. “O PT mudou o conceito de corrupção. Você pegar o dinheiro do erário agora é crime político. Esse partido tem que ser banido do país e da Bahia”, concluiu.

O PT na Bahia – Simões também lamentou os destaques na imprensa nos últimos dias que aprovam a incompetência da gestão petista no Estado, como a situação do Instituto Nina Rodrigues, onde famílias esperam por horas a liberação dos corpos dos seus entes queridos; o caso de abandono do Centro de Convenções, que na semana passada recebeu um grande evento da área médica sem ter água nos sanitárias e elevadores funcionando; e, finalmente, o caso da compra dos dois ferry boats que custaram o valor de três.

Fonte: ASCOM deputado Luciano Simões (PMDB)