Lula é pago por empreiteiras para proferir palestras em países africanos

    IMAGEM_NOTICIA_5Três construtoras com histórico de doações para campanhas petistas e de execução de obras do governo federal custearam a viagem de seis dias do ex-presidente Lula para a África, encerrada nesta terça-feira (19). Durante a visita ao continente, o político fez duas palestras. A primeira foi paga em conjunto pela Odebrecht e pela Queiroz Galvão, além de uma empresa de seguros local. A segunda foi bancada pela construtora Andrade Gutierrez, que doou mais de R$ 2 milhões à campanha de reeleição do ex-presidente, em 2006, quando a Odebrecht injetou cerca de R$ 200 mil. Segundo a assessoria do Instituto Lula, as palestras foram proferidas para convidados das construtoras e o transporte e hospedagem também foram custeados pelas empreiteiras. Desde que deixou a presiência, o petista tem feito diversas palestras ao redor do mundo. Em 2011, falou à Microsoft, à Tetra Pak e à LG. Às plateias africanas, em Gana, Benin, Guiné Equatorial e Nigéria, Lula falou sobre como a experiência do Brasil no combate à pobreza ajudou a desenvolver a economia e da relação Brasil-África. No mercado, estima-se que um evento com o ex-presidente custe cerca de R$ 200 mil.