Mãe de vereador morre queimada na Bahia após genro atear fogo

11304069_466860713469235_236908176_n-e1431813566581Um crime chocou a população do município de Gongogi, no Sul da Bahia, na tarde deste sábado (16). De acordo com matéria publicada pelo blog Ubatã Notícias, uma idosa de 78 anos, identificada como Hilda Querino Santos, mãe do vereador Antônio Querino Pereira Neto (PTdoB), morreu após ter o corpo incendiado com gasolina. Ainda de acordo com a publicação local, o principal suspeito é o genro da vítima, identificado como, José Orlando, de 46 anos.

Segundo a imprensa local, o crime ocorreu durante uma discussão entre o suspeito e a idosa. José teria ido à residência da ex-esposa e lá foi iniciada uma discussão por motivos até o momento desconhecidos, quando ele teria jogado gasolina e ateado fogo na ex-sogra, que na hora do incidente estava na casa da filha.

De acordo com informações de testemunhas ao blog, vizinhos tentaram socorrer Hilda, mas ela não resistiu as queimaduras. Um neto da vítima, identificado apenas pelo pronome de Eduardo, também saiu ferido e sofreu queimaduras de 2º e 3º graus. Ele foi socorrido para e teve os primeiros atendimentos no Hospital de Gongogi e em seguida foi transferido para o Hospital de Base, em Itabuna. Seu estado de saúde até o momento é desconhecido.

Após cometer o crime, Zezeu teria fugido em um veículo Uno com direção a BR-330, próximo a Ubatã. A Polícia Civil de Ubaitaba investigará o crime.