Mãe luta na justiça pelo direito de namorar o próprio filho; entenda o delicado caso

Parece um caso de ficção, mas aconteceu na vida real. Uma mãe está lutando na justiça pelo direito de se relacionar com o próprio filho.

Monica tinha 16 anos quando deu à luz a Caleb, mas, na época, decidiu dar a criança para adoção. Anos depois, eles se encontraram, “se apaixonaram” a primeira vista e passaram a se relacionar.

Foto reprodução

Pouco tempo depois, Caleb e Mônica acabaram descobrindo que eram mãe e filho, o caso acabou indo parar nos tribunais. Um juiz distrital do estado do Novo México (EUA) negou recentemente o pedido de extinção do processo contra Monica Mares, hoje com 37 anos que é acusada de ter relação incestuosa com seu filho de 20 anos de idade.

Segundo a imprensa americana, o juiz Drew Tatum destacou que as alegações apresentadas pela defesa de Monica não justificam a extinção da ação.

Foto reprodução

Monica inclusive foi presa em março do ano passado por manter relações sexuais com o filho Caleb Peterson.

Após a prisão relação incestuosa, eles alegaram que sofrem de uma condição conhecida como Atração Sexual Genética (GSA, em inglês) e, por isso, a relação deveria ser considerada legal, o caso na justiça.

....

COMPARTILHAR