Mãe oferece recompensa de R$ 5 mil por pistas do filho sumido na Bahia

650x375_rute-fiuza--irmao_1463115“É um agrado a quem der pista de onde encontrar meu filho. Não precisa se identificar, é só dizer como quer receber o dinheiro”. O apelo é da comerciária Rute Fiúza, 46 anos, ao informar que dará uma recompensa de R$ 5 mil para quem indicar pistas sobre o paradeiro do filho, o estudante Davi  Santos Fiúza, 16.

Muito abatida, ela revelou que conseguiu juntar o dinheiro com a ajuda de familiares, por meio de uma “vaquinha”. “Esse dinheiro já está na conta. A gente é pobre, mas a família é unida e está todo mundo ajudando”, diz a comerciária, aos prantos.

“Esse é meu último desespero”, diz Rute, ao afirmar que colocou a casa da família, no bairro de Periperi, à venda por R$ 30 mil. “Não quero nada, não. Só quero meu filho, não quero que faça nem justiça. A gente paga o dinheiro na hora”, garante ela.

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.Wd8psDYK52Também muito abalada, a promotora de vendas Núbia Celeste implorou que as pessoas sejam solidárias com  a dor da família e não brinquem com algo tão sério. “Pedimos que não façam ligações falsas, só queremos uma indicação de onde ele está, vivo ou morto”, suplicou.

Ontem, o desaparecimento de Davi completou 17 dias. Segundo a mãe, ele sumiu no dia 24 de outubro e teria sido levado por policiais militares da 49ª CIPM (São Cristóvão),  durante  operação, na rua São Jorge de Baixo, Vila Verde, na Estrada Velha do Aeroporto.

“Tenho esperança de encontrar meu filho vivo. Fico até as 3h [madrugada] sentada ali [na laje da casa], enrolada no lençol, esperando ele voltar. Quando passa um carro diferente, acho que vão deixar ele”, avalia Rute.

O padeiro Leonardo Santos, 30, disse que está disposto a vender seu carro para ajudar a irmã a pagar a recompensa a quem der notícias do sobrinho. Rute admitiu que tem medo do que possa lhe acontecer. “Acredito que estou lidando com pessoas muito perigosas. Temo, mas nunca vou deixar de fazer isso, de botar minha cara. É meu filho”. (Com informações do A Tarde)