Mais uma adolescente se mata após ter fotos íntimas divulgadas na internet

julia-rebeca-se-mata-depois-de-ter-fotos-intimas-divulgadas-foto-reproducaoUma adolescente de 16 anos cometeu suicidio na tarde da última quinta-feira, em Veranópolis-RS, horas após descobrir que o ex-namorado havia espalhado fotos dela seminua nas redes sociais. O rapaz teria copiado as imagens a partir de uma conversa pela webcam, e divulgado pelo Twitter e Facebook depois de terminar o relacionamento com a vítima.

Conforme informações preliminares, a adolescente foi avisada por uma amiga sobre as imagens e, horas depois, foi encontrada morta em casa. Ainda tentando entender o que aconteceu, a família da adolescente compareceu na tarde desta terça-feira na delegacia de Veranópolis para entregar o computador e o celular da estudante.

Polícia abriu inquérito para investigar o caso

Após conversar com os pais da vítima, a polícia abriu um inquérito para investigar o caso. Segundo o delegado Marcelo dos Santos Ferrugem, os responsáveis serão enquadrados no artigo 241 A do Estatuto da Criança e do Adolescente, que qualifica como crime grave a divulgação de fotos, vídeos ou imagens de crianças ou adolescentes em situação de sexo explícito ou pornográfica.

O principal suspeito é o adolescente que registrou a cena. O nome dele está gravado no printscreen feito da tela de uma conversa via chat de internet, em que a estudante mostra os seios via webcam. Mas, de acordo com o delegado, outras pessoas poderão ser responsabilizadas. A imagem teria sido feita pelo ex-namorado há cerca de seis meses. “Além do autor, todos os que repassaram cometeram crime”, adverte o delegado, que irá pedir uma perícia do computador da vítima.

Nos próximos dias, Ferrugem pretende colher o depoimento de outros parentes e amigos da jovem, para esclarecer as circunstâncias da divulgação da imagem. Por enquanto, os nomes dos envolvidos no episódio estão sendo preservados a pedido da família da adolescente. As informações são do Zero Hora.