Malafaia diz que vai processar o PT por Fake news dizendo que ele deixou de apoiar Bolsonaro

O pastor Silas Malafaia gravou um vídeo na madrugada desta sexta-feira para denunciar um fake News a seu respeito. Silas registrou sua indignação da falsa notícia. O pastor disse ainda que houve manipulação de um vídeo antigo dele com um trecho de uma de suas mensagens. No trecho dizia que ele havia voltado atrás em sua decisão em apoio o candidato Jair Messias Bolsonaro.

O líder pentecostal expressou maior indignação com o envolvimento da deputada federal Benedita da Silva (PT): “O pior: estou aqui com a prova. A deputada […] que se diz evangélica, disparando fake news sobre isso, pelo seu telefone. Eu tenho a pessoa que recebeu, e foram para vários, e que testemunha na Justiça [quando for chamada]”.

“Ela usou o telefone […], é uma vergonha, para caluniar e difamar. Queria avisar o PT e a Benedita que eu não me escondo, não. Quando eu falo de vocês eu boto minha cara”, disparou.

Foto reprodução

O massivo apoio dos evangélico a campanha de Bolsonaro fez com que o candidato Haddad mudasse sua estratégia de campanha no segundo turno. Ele passou a procurar dioceses e igrejas evangélicas par pedir apoio. Está até divulgando que é cristão por criação e que seu avô foi um padre ortodoxo. Haddad até tentou recitar um versículo bíblico que nem existe na bíblia para fazer média com os evangélicos.

Relembrando declarações belicosas da deputada petista, o pastor citou que recentemente ela convocou a militância do partido para a luta armada no dia 29 de maio, durante o evento “Estado de Direito ou Estado de Exceção”, usando um trecho da Bíblia Sagrada.

“Quem sabe faz a hora e faz a luta; e a minha (sic) bíblia está escrito que sem derramamento de sangue, não haverá redenção. Vou à luta, e vamos à luta, com qualquer que seja as nossas armas”, disse na ocasião. Pouco mais de três meses depois, Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante um evento de campanha em Juiz de Fora (MG), por Adélio Bispo de Oliveira, que mantinha relações próximas com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

“Benedita, deturpando a Bíblia, incentivando o derramamento de sangue”, comentou Malafaia. “Eles dizem que Bolsonaro é a favor da violência? Bolsonaro toma facada, e eles incentivam o derramamento de sangue porque são comunistas. A revolução comunista matou mais de 100 milhões de pessoas”.

Por fim, o pastor da ADVEC disse que a disputa presidencial está decidida: “Haddad vai perder a eleição. Ele representa o maior esquema de corrupção da história do Brasil, tem mais de 30 processos contra ele e está denunciado na Lava-Jato”. Assista:

....

COMPARTILHAR