Márcia reconhece Félix e dispara: “meu menininho”

RTEmagicC_marcia-reconhece.jpgMárcia (Elisabeth Savalla), vai ter uma atitude surpreendente ao se lembrar de onde conhece Félix (Mateus Solano). Segundo a coluna Telinha, do jornal ‘Extra’, nos próximos capítulos da novela ‘Amor à Vida’ a mãe de Valdirene (Tatá Werneck) vai perceber que o vilão é uma pessoa importante em sua vida.

Em uma conversa com Rinaldo (Marcelo Flores), Márcia decide se abrir: “É que eu sou confusa, eu não juntei os fios, eu acho que eu posso estar prejudicando muito uma pessoa que eu não devia, não podia, não quero prejudicar. Eu não fiz por mal, sabe, pensei que estava fazendo coisa boa, e no fundo é uma coisa certa, mas justo esse nome…Félix, não é um nome comum…eu devia ter juntado os fios, ter percebido que era o mesmo”.

O rapaz aconselha a ex-chacrete dizendo que tudo o que se faz na vida dá para ser desfeito. “Se você acha que está prejudicando esse tal de Felício, vai e conta pra ele”, completa. A vendedora, então, aceita: “É, eu posso contar pra ele. Avisar. Você me deu um ótimo conselho, Rinaldo. O melhor. Eu vou impedir. Impedir tudo de ruim que está pra acontecer para o Félix”.

Ao chegar no San Magno, decidida a contar para Félix que sabe que ele jogou Paulinha (Klara Castanho) na caçamba, Márcia não vai ser bem atendida pelo vilão. Mesmo assim a vendedora insiste: “Não desvia o assunto, porque demorou, mas eu consegui lembrar. Você foi no bar, há muitos anos atrás… quando aquela moça, a Paloma, teve o bebê. Eu fiz o parto, eu tava saindo de lá às pressas, e foi um instante só, por isso eu demorei tanto pra lembrar… mas foi você sim que eu vi entrando”.

O administrador humilha e ameaça a ex-chacrete: “Eu sou o presidente deste hospital e cê não passa de titica de galinha perto de mim, criatura. Tenta falar pra alguém, pra quem quer que seja, sobre essa sua lembrança. Tenta. Eu passo como um trator em cima de você”. Ao finalizar, o vilão expulsa a mãe de Valdirene de sua sala, deixando ela nervosa. Márcia procura Atílio (Luis Mello) e pede para que ele lhe ajude a conversar com Félix.

“Eu cometi um terrível engano. Eu acho que cometi, nem tenho certeza. Mas é um engano que eu não podia cometer, não com o meu menininho”, comenta ela. Atílio, por sua vez, fica surpreso ao ver a mulher chamando o administrador com tanto carinho e intimidade e a questiona sobre o assunto. “É melhor não dizer, não agora… outro dia talvez. Eu vou voltar pra minha casa. Sabe, Gentil, entrar naquela casa tão vazia… sabe como é, quando a gente entra numa casa que não tem ninguém, a gente sente cheiro de vazio”, desconversa a vendedora. (iBahia)