Médicos baianos se manifestam contra importação de profissionais da categoria

    medicos_manifestacao_bocaonews_rv (4)Médicos baianos realizam nesta quarta-feira (3) uma manifestação contra a importação de profissionais da área e melhorias para o setor. A passeata, “Vem para a rua pela saúde” acontece em várias capitais do Brasil. Na Bahia é organizada pelo Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed) e o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb). O movimento, que segue até a Praça castro Alves, também acontece nas cidades de Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista.

    Nas reivindicações estão mais investimentos na saúde; contra o anúncio da importação de médicos formados no exterior sem a convalidação de diploma; o cumprimento do Governo Federal da EC-29 aplicando 10% da receita corrente bruta para a saúde; contra a privatização do SUS; realização de concurso público nos três níveis de governo; carreira de Estado para os profissionais de saúde; contra a corrupção.

    medicos_manifestacao_bocaonews_bn (6)Nesta terça-feira (2), no cortejo do 2 de julho, a categoria também participou com faixas reivindicando melhorias na saúde do estado.

    Proposta do governo – Para sanar o déficit atual de médicos no país, que, segundo o Ministério da Saúde, é de 54 mil profissionais, o governo apresentou proposta de “importar” médicos de outros países para atenderem a população pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em regiões pobres, onde a assistência à saúde é considerada deficiente. No último dia 21 de junho, em pronunciamento em rede nacional, a presidente Dilma Rousseff propôs incentivar a contratação de médicos estrangeiros para trabalhar exclusivamente no SUS. O governo estuda a possibilidade de importar médicos de Cuba, Espanha e Portugal.

    Bocão News