Miss Brasil pode ter sido o pivô da separação de Kaká

RTEmagicC_3179472ad6.jpg, Jakelyne Oliveira, no Instagram. Procurada pelo ‘IG’, Carol não desmentiu a informação e apenas despistou: “”Não vou falar se estou separada, não vou falar se é verdade ou mentira. Agradeço a sua compreensão”. Já Jakelyne, em entrevista ao site da Band, negou qualquer envolvimento amoroso com o craque e contou como conheceu ele.

“Nos conhecemos recentemente em Fernando de Noronha. Estávamos no Bar do Cachorro, ele com o irmão e o primo, e eu com a Gabriela (Fagliari, diretora de planejamento da Enter na Band). Conversamos ali tranquilamente e depois disso ele começou a me seguir no Instagram e eu comecei a seguí-lo. Nada demais”, explicou ela.

Jakelyne contou que viajou para Noronha, onde Kaká tem curtido as férias, a convite do coordenador do Miss Pernambuco. “Eu participei do concurso e depois viajei para lá. Foi muita coincidência encontrar o Kaká. Não tenho nada a ver com ele e nem ele comigo. Não aconteceu absolutamente nada. É muito fácil julgar. As pessoas deduzem automaticamente e acreditam que seja a verdade”, completou ela, em entrevista à publicação.

A Miss revelou que em nenhum momento conversou com o jogador sobre o motivo o qual a mulher dele, Carol, não estava em Noronha: “Não me senti no direito e nem à vontade de perguntar porque a mulher dele não estava ali até porque não tenho intimidade com ele a esse ponto. Conversamos apenas o básico”.

A bomba sobre um possível fim do relacionamento de oito anos do casal estourou na manhã desta sexta (06), quando a revista ‘Caras’ divulgou que os dois estão separados há dois meses. De acordo com a publicação, Carol até já teria se mudado para São Paulo com os dois filhos, Lucca e Isabella, frutos do casamento com o jogador. (iBahia)