Missionário acusado de manter esposa em cárcere privado não é mais membro da Madureira de Cansanção

    253036_4503428234570_1248441204_nLogo Após a publicação da matéria no qual o cantor e missionário Ricardo Oliveira Couto é acusado de manter a esposa em cárcere privado e de ameaçá-la de morte usando arma de fogo, fomos informados por Marcelo Lima, dirigente da Assembleia de Deus Madureira de Cansanção que o missionário não pertence mais a igreja Madureira.

    Apesar de o missionário Ricardo ter se casado no dia 14 de novembro de 2012 na cidade de Itapetinga, em uma cerimônia realizada por um pastor da igreja Assembleia de Deus Madureira e já ter feito parte da Igreja Madureira de Cansanção, atualmente o mesmo congrega na igreja Batista Filadélfia.

    Portanto fica feita a retificação!

     Foto Reprodução: Rede Itapetinga