Monte Santo entra na rota do turismo religioso baiano durante a Semana Santa

igreja_de_nossa_senhora_das_dores_msMonte Santo foi destaque de uma reportagem do G1 sobre os principais destinos turísticos da Bahia durante a Semana Santa. Distante 325 quilômetros de Salvador, a cidade tem na subida à Serra do Monte Santo o seu principal cartão postal. Na ocasião, os fiéis fazem o percurso de cerca de 4 quilômetros para fazer pedidos e agradecimentos. Durante a subida, turistas e moradores encontram 23 capelas que representam os quadros da Via Sacra de Jesus Cristo.

As comemorações da Semana Santa na cidade começam na sexta-feira (11), com missa às 7h na Capela de Nossa Senhora das Dores. No domingo (13), às 8h, haverá a Bênção dos Ramos, seguida de procissão até a igreja para a celebração de missa. Já na quarta-feira (16) acontece, às 16h, a tradicional Via-Sacra pelas ruas da cidade.

As celebrações continuam na quinta-feira (17), com a missa da Ceia do Senhor, e do lava-pés, que acontece às 17h. Em seguida, haverá procissão. Um dos momentos mais esperados do dia é a apresentação do espetáculo Paixão de Cristo, realizado pela Companhia de Teatro Popular Noite de Reis, e que terá direção de Ivan Santtana. A peça, que acontece há 12 anos e conta com a participação de jovens da rede pública de ensino, está marcada para começar às 21h, na quadra do Centro de Lazer.

peca_teatral_ivan_santana_05.04Na sexta-feira (18), haverá a subida à Serra do Monte Santo, a partir das 4h. Às 17h acontece a celebração da missa da Paixão do Senhor, seguida de procissão. Às 21h está marcada mais uma encenação do espetáculo da Paixão de Cristo.

O sábado (19) começa com missa em preparação do Círio Pascal, às 7h. Após a celebração, acontece a Procissão de Jesus Ressuscitado ao redor da Igreja. Em seguida, é feita a queima do Judas na Praça Monsenhor Berenguer. Ao longo do dia ainda haverá apresentações e shows locais, como o 1º Festival de Arte e Cultura Popular Gereba Barreto. A celebração da Semana Santa se encerra no domingo (20), com missas às 10h e 19h30.

Hospedagem: consultados, alguns hotéis da cidade informaram que, embora registrem aumento no fluxo de turistas e fiéis durante o período da semana, não há lotação no espaços. Na pousada Pingo D’Água, localizada na Avenida Walter Caldas, a diária para quarto individual custa entre R$ 50 e R$ 60. Ainda há vagas. Fonte: G1/BA (Fotos: Ivan Santana e BAHIATURSA).